notícias colégio
Notícias
23 de fevereiro de 2022
por: Celio Bruns Junior
Celio Bruns Junior

Acadêmico de Psicologia conversa com professores do Colégio UNIFEBE sobre TDAH

Encontro serviu para conscientizar os docentes sobre o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que se caracteriza por sintomas como falta de atenção, inquietação e impulsividade. Ele aparece na infância e pode acompanhar o indivíduo por toda a vida. De acordo com estudos, a predisposição genética e a ocorrência de alterações nos neurotransmissores (dopamina e noradrenalina) que estabelecem as conexões entre os neurônios na região frontal do cérebro são a principal causa do TDAH.

Gabriel Saporito, acadêmico de Psicologia da UNIFEBE desenvolveu um projeto de conscientização do TDAH no Colégio UNIFEBE com os professores da instituição. Por meio de uma oficina, foram desenvolvidos conteúdos teóricos e práticos com os docentes de forma a discutir as características do transtorno e dos adolescentes que o possuem, além da forma de lidar e avaliar com os alunos que possuem o TDAH. “O objetivo é transmitir o máximo de informações sobre o transtorno e as consequências dele na vida dos estudantes. É um tema muito relevante para as escolas porque alguns professores e os próprios alunos não têm essa ciência. Os jovens que possuem o TDAH sofrem com muitos estigmas, pois manifestam ansiedade, depressão, inibição social e às vezes sofrem bullying de colegas. Queremos quebrar esses paradigmas e evidenciar as potencialidades que as pessoas com déficit de atenção possuem”, explica Gabriel.

De acordo com a psicóloga do da instituição, professora Luiza de Miranda Meurer, o objetivo do projeto é mostrar que o Colégio UNIFEBE possui uma proposta inclusiva. “Somos uma escola que possibilita que todos tenham condições de aprender. A partir do momento que nomeamos esses transtornos e nos conscientizamos, todos aprendem a lidar e conviver. Acredito que isso também irá evitar o preconceito e a discriminação no ambiente escolar. Costumamos trabalhar a diversidade humana por várias ópticas e queremos promover um ambiente saudável no colégio”, defende a professora Luzia.

O professor Odair José Groh considera que o encontro foi esclarecedor e que o tema é importante pois cada vez mais é necessário que os docentes tenham conhecimento sobre o tema. “Existem técnicas e metodologias pedagógicas que podem ser aplicadas para minimizar as consequências desses transtornos, fazendo com que os jovens possam desenvolver melhor suas habilidades e competências”, afirma o professor.

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social e Marketing:

comunicacao.gestao@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

Colégio UNIFEBE inicia as aulas na próxima segunda-feira (1)
Destaque

Colégio UNIFEBE inicia as aulas na próxima segunda-feira (1)


26 de janeiro de 2021
Aulas de Cultura Maker no Colégio UNIFEBE estimulam protagonismo de alunos em seu conhecimento
Destaque

Aulas de Cultura Maker no Colégio UNIFEBE estimulam protagonismo de alunos em seu conhecimento


16 de março de 2023
Estudantes do Colégio UNIFEBE terão aulas de Espanhol integradas à matriz curricular
Colégio Universitário

Estudantes do Colégio UNIFEBE terão aulas de Espanhol integradas à matriz curricular


02 de fevereiro de 2022