blog colégio2
Blog CUB Centro Universitário de Brusque
02 de abril de 2021

Obra completa de William Shakespeare

obra-completa-de-william-shakespeare-obra-completa-de-william-shakespeare-1
Fonte: CBP Educacional

 

Felipe Augusto, Rei da França, envia um embaixador ao Rei João da Inglaterra para que ele entregue a coroa ao sobrinho Artur, Duque da Bretanha. O rei repele os termos do pedido, preparando-se, imediatamente, para invadir a França. Indica como um dos chefes da expedição um filho ilegítimo do próprio irmão, o falecido Rei Ricardo Coração-de-Leão, que usa o nome de Filipe Faulconbridge, a quem ele confere o título e o nome de Sir Ricardo Plantageneta. O povo, entretanto, passa a chamá-lo de Bastardo Faulconbridge.

Os exércitos francês e inglês se encontram diante da cidade de Angers e quando os cidadãos se recusam a aceitar não só João como Artur, na qualidade de governante, lutam indecisamente pelo controle da cidade. Seguindo a sugestão de Falconbridge, ambos os reis procuram unir suas forças com a cidade rebelde. Entretanto, João tem melhor ideia que lhe foi sugerida pelos burgueses de Angers: um casamento é combinado entre Luís, Delfim de França e Lady Branca, filha da irmã de João, Eleonora, Rainha de Castela. A noiva levará no seu dote as províncias da França, reclamadas por Filipe Augusto para Artur. Falconbridge e Lady Constança, mãe de Artur, ficam indignados com a paz, considerada por ambos vergonhosa.

A paz não foi duradoura. O Cardeal Pandulfo, legado do papa, amaldiçoa e excomunga João por haver-se negado a dar o arcebispo da Cantuária a Estêvão Langton e ordena a Filipe II da França, que continue a guerra contra a Inglaterra. Não obstante, os franceses são derrotados perto de Angers; o Duque da Áustria, aliado de Filipe II, é morto pelo Bastardo e Artur cai nas mãos do tio, que manda matá-lo por Humberto de Burgh. Enquanto isso, o Cardeal Pandulfo, baseando-se em que o Rei João era autor da ordem para matar Artur e que os ingleses estão insatisfeitos com a luta do rei contra a igreja, persuade o Delfim a reivindicar a coroa da Inglaterra como marido de Branca de Castela, cujos direitos ao trono inglês são incontestáveis.

Humberto de Burgh, numa prisão da Inglaterra, vai queimar os olhos de Artur por ordem do Rei João, mas, sentindo piedade pelo jovem, poupa-lhe o martírio e a vida. Artur, porém, procura fugir do castelo em que está prisioneiro. Morre, contudo, ao saltar as muralhas, indo cair nas pedras situadas embaixo das mesmas. Pembroke, Salisbury e Bigot, nobres ingleses, encontram o cadáver destroçado e, sabendo dos nefandos desígnios do rei, ficam convencidos de que Humberto é o autor do crime. Apesar da opinião do Bastardo, rompem com João e vão reunir-se ao Delfim que, nesse meio tempo, acaba de desembarcar na Inglaterra com um poderoso exercício.

João, temeroso do resultado, submete-se ao Papa, resignando a coroa ao legado papal no dia da Ascensão e recebendo-a de volta como feudo. Cumpria-se a profecia de que naquele dia ele abandonaria a coroa. Pandulfo, procura então, levar o Delfim a abandonar a Inglaterra. Tudo em vão, apesar dos esforços do Cardeal Legado. Os franceses, contando com o apoio dos traidores ingleses, enfrentam os ingleses em encontro pouco decisivo. Nessa batalha, Melum, conde francês, ao morrer dos ferimentos recebidos no encontro, adverte os nobres revoltosos de que a finalidade de Delfim é executá-los, tão logo consiga seus objetivos através do que estão lhe prestando os nobres ingleses. A vista disso, resolvem apoiar novamente o rei inglês, a quem vão encontrar organizando, ao que se diz, vítima de algum veneno, no pomar da Abadia de Swinstead. Morto João, o Cardeal Pandulfo consegue fazer uma paz honrosa entre a França e a Inglaterra. Henrique, filho de João, recebe a coroa da Inglaterra, trazendo de novo a paz sobre o povo inglês.

Ficou interessado nessa leitura?
Ele está disponível em nossa Biblioteca com o número de chamado – 822 S57o

Fale Conosco / Assessoria de Comunicação Social e Marketing:

comunicacao.gestao@unifebe.edu.br / 47 3211-7223

Postagens relacionadas

GEOGRAFIA EM MOVIMENTO
Geografia

GEOGRAFIA EM MOVIMENTO


03 de fevereiro de 2020
Ninguém aprende Inglês na escola! Blá blá blá…
Inglês

Ninguém aprende Inglês na escola! Blá blá blá…


02 de março de 2020
Por que o espanhol é o único idioma que utiliza pontos de interrogação (¿?) e exclamação (¡!) duplos?
Espanhol

Por que o espanhol é o único idioma que utiliza pontos de interrogação (¿?) e exclamação (¡!) duplos?


22 de junho de 2020
  • Visualizar por ano
  • Visualizar por categoria